quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Carta a D

Carta a D. - André Gorz
Páginas: 76

Sinopse: Este é o último livro do filósofo francês André Gorz, escrito para homenagear sua mulher, Dorine, com quem partilhou a vida por quase sessenta anos. O casal cometeu suicídio em 22 de setembro de 2007, os corpos foram encontrados um ao lado do outro, e um cartaz, na porta de sua casa, pedindo que a polícia fosse avisada. Gorz, desde o início da década de 90 vivia em retiro com a mulher, que sofria, havia anos, de uma doença degenerativa. Os dois viveram uma grande história de amor e companheirismo, após terem se conhecido em Lausanne, numa noite de neve, em outubro de 1947. Desde então, nunca mais se separaram.

[Minhas resenhas não contém spoilers, porém essa possui algumas informações importantes sobre o livro - O que é impossível não falar, já que está implícito na sinopse]

Carta a D. é, com certeza, uma das mais belas histórias de amor, e o que a torna mais incrível é que é verídica.
O livro, de apenas 76 páginas, é uma carta que André Gorz, um filósofo respeitado, escreveu para Dorine, sua esposa que sofria de uma doença incurável, provocada por uma substância de contraste para Raio x que não foi eliminada pelo organismo.
Na carta ele descreve as qualidades da esposa, reconhece os erros cometidos ao longo da vida e, principalmente, faz a Dorine uma lindíssima declaração onde compreendemos o motivo de André e Dorine não quererem viver longe um do outro.
Grandes críticos dizem que D. não foi apenas a mulher com quem Gorz passou a vida, foi aquela com quem ele escolheu terminá-la:
“Nós desejaríamos não sobreviver um a morte do outro. Dissemo-nos sempre, por impossível que seja, que, se tivéssemos uma segunda vida, iríamos querer passá-la juntos”.
Nesse enorme amor, incapaz de presenciar a perda do outro, ambos se suicidam juntos, no ano seguinte da escrita da carta.
A Carta a D. é uma história verídica e intensa, conta sobre um amor lindo e comovente do qual pensamos que não existia mais.

Nota: Não sei como avaliar de forma objetiva uma composição tão pessoal de André Gorz, portanto para esse livro não haverá nota.

OBS: O site Colherada Cultural no começo desse ano, fez uma matéria onde indicou os 5 maiores livros de amor (clique aqui para ver) e, entre eles, havia o Carta a D. de André Gorz

5 comentários:

  1. Nossa, Camila, parece ser emocionante e triste esse livro.
    Amei a forma como se colocou para descrevê-lo e avaliá-lo. Mt bom. Bela postura.
    ;) bjs***

    ResponderExcluir
  2. parece ser maravilhoso, sua resenha me deu muita vontade de ler. parabéns.
    Beijos'

    ResponderExcluir
  3. oii.. vi seu comentario no blog da Paola... tudo bem?
    E respondendo a sua pergunta, é pq n conheco sampa... ai é dificil descrever a cidade....:D mas prometo q no proximo livro o personagem - Henri - dará uma passada por lá ta bom?!
    Beijosss!!!

    ResponderExcluir
  4. axei linda a historia... n conhecia o livro, mas agora pretendo lê-lo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...